Uncategorized

ESTACIONAMENTO

ESTACIONAMENTO
Existem dias onde tudo está a dar errado. Estava em um dia assim, onde teria uma reunião com um cliente importante, e precisava estar bem. Mas acordei atrasada, a água quente do chuveiro não funcionou, meu carro estava com o pneu vazio. Cenário perfeito de uma manhã desastrosa. Fui até o posto de gasolina mais próximo encher o pneu, e por acidente puxei o fio da minha meia calça. Na hora pensei: Que merda!!! Mais respirei fundo e então percebi que estava ao lado de um shopping, e poderia então comprar uma nova meia calça e trocar rapidamente e seguir para a reunião. Estacionei o carro e fui rapidamente a loja, escolhi e paguei rápido, e fui em direção ao carro para poder me trocar. Olhei rapidamente para os lados não vi ninguém próximo, comecei a me despir, para fazer a troca. No meio disto meu telefone toca, era do escritório do cliente dizendo que a reunião iria ser cancelada por motivos de força maior, fiquei stressada na hora, toda aquela correria pra nada. Até alguém bateu na porta do meu carro, eu levei um susto enorme, pois ainda estava despida. Era um segurança do estacionamento percebeu algo e resolveu perguntar se estava tudo bem. Tentei disfarçar, abri apenas um pouco a janela do carro, e disse estar bem. Estão percebi nele um olhar malicioso e safado, ri e disse que estava apenas trocando de roupa dentro do carro e nada mais. Ele então me ofereceu ajuda, e sinuosamente apertou um volume em suas calças que eu ainda não havia percebido. Na hora que vi aquele volume, não consegui pensar em mais nada, a não ser aquela pica grossa me fodendo. Mas por regra, me fiz de boa moça recatada, fechei a janela em negação. Até que em um pequeno surto de tesão, imaginei que loucura maravilhosa seria aquilo e destravei as portas do carro. Era a oportunidade de fazer uma manhã que começou mau, ser memorável. Ele então entrou pelo carona e foi logo enfiando aquelas mãos grandes entre minhas pernas de forma a abri-las e me colocando em sua direção, o fdp não disse uma palavra, e logo deu uma dedada que senti tocar meu útero, ele começou a me masturbar intensamente, então pedi pra ele me mostrar o caralho dele, então ele abriu as calças tirou aquele caralho grosso pra fora, e puxou meu pescoço me fazendo chupar seu pau. Ele descia minha cabeça no caralho dele com tanta força, que fazia lágrimas descer por meus olhos, até que ele me pegou e me sentou em seu colo, parecia adivinhar que tudo que precisava era rebolar em um pica grossa. Sentei nele de forma devagar, pra sentir a pica dele me invadindo, e deslizei vagarosamente até o talo, então ele assumiu o controle, colocou uma de suas mãos em minha bunda e a outra emaranhada em meus cabelos, não resiti, gozei rapidamente na pica dele, até ele me posicionar de quatro e começar a arrombar toda minha buceta com toda aquele caralho grosso, foi um misto de dor e prazer tão grande que não consegui controlar meus gemidos, junto ao barulho do som do carro a se movimentar com o balanço dos nossos corpos, até que senti no fundo da minha buceta um despejar quente, que me deixou ainda mais excitada, e pensando que tínhamos ali terminado, enganada estava, ele tinha gozado mais não parado de me fuder, então continuou metendo sua pica na minha buceta toda melada com sua porra, de forma a se ouvir aquele som molhado e repetitivo. Até que ele em um momento deu um gemido alto, acompanhado de uma metida bem forte e despejou porra novamente em mim, e então tirou sua pica melada de porra e buceta e enfiou toda na minha boca, me mandando limpar tudinho. Chupei tudo, senti o gosto do seu gozo e o meu misturados, e ele então levantou suas calças e sem dizer nada saiu do carro, da forma como entrou. Fiquei ali parada ainda uns 5 minutos sentindo os movimentos involuntários da minha buceta toda fodida e realizada, e com o pensamento que a aquele estacionamento iria ficar marcado na memória de um um dia loucamente memorável.

Bunlar da hoşunuza gidebilir...

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir